Últimos Posts

< Voltar
  • Precificação Papelaria Personalizada: Como precificar meu produto

    Precificação Papelaria Personalizada Como precificar meu produto
    E aí, minha genteee! Chegamos a um tema um tanto procurado, não é? Como precificar meu produto de Papelaria Personalizada? Esta dúvida ronda todas as cabeças preocupadas em acertar na hora de colocar preço nas peças que fazem com tanto carinho e dedicação.

    Sem o preço certo, corremos o risco de “nadar e morrer na praia”, podendo até levar nosso negócio à falência. Fique comigo que vou te passar agora a minha experiência e como faço esse cálculo da maneira mais simples que eu puder. Dá um trabalhinho, mas pode acreditar, vale à pena!

    Antes de começarmos a fazer contas, apenas lembre-se que: PREÇO é DIFERENTE de VALOR!

    Falarei um pouquinho mais sobre isso ao final deste Post.

     

    Atenção: OS NÚMEROS UTILIZADOS NESTE POST SERÃO FICTÍCIOS. Cada um deverá aplicar o conhecimento adquirido aqui, utilizando os dados do seu Negócio, da sua Empresa, do seu trabalho, ok?

    Precificação Papelaria Personalizada

    Vamos lá!

    Em uma sequência resumida precisamos seguir os 8 pequenos passos abaixo:

     

    PASSO 1: Identificar QUANTAS HORAS DE FATO VOCÊ TRABALHA por mês.

    PASSO 2: Identificar QUAIS SÃO e QUANTO CUSTAM suas DESPESAS FIXAS mensais.

    PASSO 3: Identificar QUANTO CUSTA sua HORA TRABALHADA.

    PASSO 4: Identificar O QUE SÃO e QUAIS SÃO seus CUSTOS VARIÁVEIS

    PASSO 5: Identificar QUAL o CUSTO TOTAL DO PRODUTO

    PASSO 6: Identificar os PERCENTUAIS

    PASSO 7: Identificar O QUE É e QUAL É é o MARKUP do Produto.

    PASSO 8: Última checagem e PRECIFICAR!!

     

    Calma que faremos tudo isso juntos para que você entenda direitinho cada uma dessas coisas tão necessárias à vida da nossa Empresa.

    Considere uma empresa fictícia chamada “MARGALINDA ARTES”. A Ana Margarida é a dona do negócio e a “faz tudo” também, assim como muitas de nós. Vamos nos basear nesse negócio para exemplificar como é o processo.

     

    PASSO 1: Calcular Quantas Horas Trabalho por Mês

    O primeiro passo é descobrir quantas horas de fato a Ana trabalha por mês.

     

    Precificação Papelaria Personalizada Como precificar meu produto

     

    Ela diz que trabalha oito horas por dia (8h/dia) de segunda a sábado, ou seja, 8h x 5 dias = 40 horas por semana. Se um mês tem em média de quatro semanas, então ela afirma que trabalha 160h/mês.

    Pare pra pensar… Será que a Ana trabalha mesmo 8h/dia sem interrupções? Filhos chamam, marido chega, levanta pra fazer um lanchinho, etc… Comigo é assim também e não há nada de errado nisso, o que não podemos é calcular as horas trabalhadas sendo que elas, de fato, não foram. Isso tudo, porque a gente acaba mascarando o tempo de trabalho e consequentemente o valor da nossa hora.

    O que fazer então? Vamos considerar somente 80% desse tempo de 160h/mês, porque 20% ela se distraiu ou saiu do seu posto de trabalho pra fazer outras coisas.

    Considere então que a Ana trabalha, DE FATO, 128h/mês.

     

    PASSO 2: Calcular as Despesas Fixas da Empresa

    O segundo passo é descobrir quais são as despesas fixas mensais da Margalinda Artes e quanto essas despesas custam para a empresa.

     

    Precificação Papelaria Personalizada Como precificar meu produto

     

    A primeira coisa para aprender como calcular o preço do seu produto é aprender o que são as despesas fixas.

    As despesas fixas são todas as despesas que se repetem todo mês: água, luz, telefone, internet, salário de funcionário (ou o seu mesmo que, neste caso, chamamos de pró-labore), aluguel, contador (caso tenha um), hospedagem do site, DAS (para quem é MEI), etc.

    Tudo o que você paga por mês, independente se você vendeu algo ou não. Aquelas contas que “faça chuva ou faça sol” você tem que pagar todos os meses.

    Liste todas essas despesas, se possível em uma planilha pra facilitar seu cálculo, senão pode ser em uma folha de papel mesmo, o mais importante é que você saiba a fundo quais são essas despesas e qual o total delas a ser pago por mês.

    Vamos supor que o TOTAL DE DESPESAS FIXAS MENSAIS da Margalinda Artes seja: R$ 2.357,00.

     

    PASSO 3: Calcular a Hora Trabalhada

    Após descobrir o valor das suas despesas fixas você deve saber quanto custa sua hora trabalhada. Isso é o que chamamos de H/H (Homem/Hora).


    Precificação Papelaria Personalizada Como precificar meu produto

     

    Para descobrirmos o valor da hora trabalhada da Ana, basta pegarmos o total das despesas fixas da Margalinda Artes e dividir pelas horas que são trabalhadas por mês:

     

    R$ 2.357,00 / 128h = R$ 18,41

     

    Descobrimos então, que a hora trabalhada da Ana custa R$ 18,41.

    Lembra das Despesas Fixas que sempre chegarão com ou sem vendas? Em outras palavras, para que a empresa da Ana funcione tem um custo de R$ 18,41 por hora, mesmo que ela não venda nada no mês. Sim! A Margalinda Artes custa R$ 18,41 só para existir.

     

    PASSO 4: Descobrir os Custos Variáveis

    O quarto passo é descobrir o que são e quais são os custos variáveis da Margalinda Artes.


    Precificação Papelaria Personalizada Como precificar meu produto

     

    Custos variáveis são todos os custos que estão diretamente relacionados ao seu produto: papel, cola, fita, desgaste de lâmina, impressão, desgaste de base de corte, fita banana, combustível para a aquisição dos materiais, etc. Todos os custos que existem somente porque existe a venda do produto.

    O mesmo princípio, valor do material dividido pela quantidade que você usa na peça, se dará nos cálculos de todos os materiais necessários à produção da mesma, incluindo também o valor da embalagem.

    Lembre-se que se a embalagem for de apenas um produto, que é o que estamos calculando aqui, você coloca o valor integral dela. Se for uma embalagem para vários produtos, você pode diluir o valor da mesma, pela quantidade de produtos que cabem nela para o cálculo unitário, ou se preferir, deixar para acrescentá-la no final da sua conta antes de fechar o preço de venda.

    Vamos supor então que o custo variável da Ana para produzir uma peça seja de R$ 5,79 (incluindo todos os materiais citados acima, incluindo a impressão e os desgastes dos equipamentos e embalagem).

    A sua mão de obra também entra na conta dos custos variáveis.  Vamos falar disso no próximo tópico pra facilitar o entendimento.

    Abaixo eu vou ensinar a vocês como eu calculo o custo das minhas impressões, base de corte e lâminas.

     

    PASSO 5: Calcular o Custo do Produto

    No quinto passo você precisa identificar qual o custo total do seu produto.

     

    Precificação Papelaria Personalizada Como precificar meu produto

    É aqui que vamos somar os custos variáveis que acabamos de descobrir acima, com a nossa mão de obra.

    Você precisa saber quanto tempo leva pra fazer uma peça e a Ana já sabe que a peça dela leva 20 minutos para ser produzida. Então vamos usar a famosa regra de três:

    Se uma hora trabalhada da Ana é igual a R$ 18,41, quanto será que custa 20 minutos do trabalho dela? A conta é básica. Veja como fazer abaixo:

    Se,

    R$ 18,41 = 60 minutos
    X = 20 minutos

     

    Logo,

    X = 20 x 18,41

    X = 368,20/60

    X = R$ 6,14

     

    Sendo assim, o valor da mão de obra da Ana para fazer a peça é de R$ 6,14.

    Vamos somar então o custo variável com a mão de obra da Ana para termos o custo unitário total.

     

    CUT = R$ 5,79 + R$ 6,14

    CUT = R$ 11,93

     

    O custo unitário total de cada peça produzida pela Ana é de R$ 11,93. Estamos quase no preço final do produto, o nosso próximo passo é identificar os percentuais, então vamos lá!

     

    PASSO 6: Identificar os Percentuais


    Precificação Papelaria Personalizada Como precificar meu produto

     

    Os percentuais também são variáveis, porque só acontecem se há venda de um produto. Porém, esses percentuais variam proporcionalmente ao preço de venda.

    Para que entenda melhor, veja alguns exemplos: comissões de vendas, taxas de cartões de crédito/débito, comissões de Market Places (como Elo7 e Mercado Livre, por exemplo), impostos,  investimentos e lucro desejado.

    A Ana paga os seguintes percentuais:

    – Impostos: Como a Ana é MEI, já considerou os Impostos lá no custo fixo que fazem parte do DAS.

    – Cartão de crédito/débito: 3%, considerando uma média, porque ela não vende somente a prazo.

    – Comissões de Vendas: 5%. Essa comissão pode ser para um funcionário ou para você mesma. E por que não se bonificar?

    – Investimento: percentual que você deve reservar para reinvestir na empresa, seja em equipamentos, marketing, treinamentos ou outra necessidade. O que importa aqui é construir uma reserva para isso: 5%.

    – Lucro pretendido: 30% (esse é um valor médio que prestadores de serviços normalmente desejam).

     

    Total de percentuais: 3 + 5 + 5 + 30 = 43%

     

    PASSO 7: MARKUP do Produto

    Mark o que, Larissa?


    Precificação Papelaria Personalizada Como precificar meu produto

    Afinal de contas, o que é o Markup?

    Markup é um índice aplicado sobre o custo de um produto ou serviço para a formação do preço de venda, que consiste em somar ao custo unitário uma margem de lucro para obter-se o preço final.

    Ele é quem garante que você vai precificar o seu produto da forma correta e que o preço de venda cobrirá todas as despesas fixas, custos variáveis e percentuais, incluindo seu desejado lucro pretendido.

    Para este cálculo, existem algumas fórmulas, mas vou usar uma mais simples que leva ao mesmo resultado. Você vai pegar o percentual que aprendemos a calcular acima e aplicá-lo na forma a seguir, vejamos:

     

     

    Precificação Papelaria Personalizada Como precificar meu produto

    Markup = 1,75  *Atenção! O índice é 1,75. Esse valor não é dinheiro, mas sim um índice!

    PASSO 8: PRECIFICAR!


    Precificação Papelaria Personalizada Como precificar meu produto

     

    Antes do passo final, faça a última checagem: confira os valores das despesas fixas, custos variáveis, se o valor da embalagem já está incluído, custo total e percentuais.

    Nenhuma dúvida de como precificar meu produto? Agora vamos para o momento mais esperado: PRECIFICAR!

    Para precificar o seu produto de papelaria personalizada vamos utilizar uma fórmula bem tranquila, uma vez que já temos todos os valores em mãos.

     

    PV = CUT x Markup

     

    Onde:

    PV = Preço de Venda

    CUT = Custo Unitário Total do produto (Despesas Fixas + Custos Variáveis com mão-de-obra)

    Markup = aquele índice que citamos logo acima

     

    No caso da Margalinda Artes, ficará assim:

     

    PV= 11,93 x 1,75 = R$ 20,88

     

    Ufa! Até que enfim!!!

     

    Seu produto ficou com preço alto em relação a concorrência?

    Aí você me fala: “Larissa, mas ficou muito caro em relação ao Mercado!” Neste caso tenho algumas coisas pra te falar… Lembra que escrevi no início deste post que preço é diferente de valor?

    PREÇO é o que o cliente paga pra você. VALOR é o quanto você entrega para seu cliente. Trabalhe com dedicação, com matérias-primas de boa qualidade, com atendimento diferenciado, gentileza, atenção. Ouça o seu cliente. Isso tudo e muitas outras coisas geram valor para seu produto e pode ter certeza, ele percebe isso.

    REDUZA ao máximo suas DESPESAS FIXAS e/ou AUMENTE a sua PRODUTIVIDADE, buscando alternativas de fazer mais peças em menor tempo. Isso vai diminuir sua hora trabalhada, e consequentemente o custo total do seu produto.

    REDUZA também os CUSTOS VARIÁVEIS. Não dependa de somente um fornecedor. Isso é risco para sua empresa, além de não te dar margem de negociação para conseguir menores preços.

     

    Como Calcular o Preço dos meus Materiais

    Lembram que eu disse que contaria como faço para saber qual o custo da minha impressão e do desgaste dos equipamentos? Então vamos as dicas!

    Para impressão, a resposta é: toda impressora tem informado na sua descrição técnica a quantidade que ela imprime. Agora entra a sua capacidade de análise. Com o tempo você consegue ter uma ideia mais clara da capacidade da sua impressora de acordo com as configurações de impressão que você usa.

    Para calcular o consumo de tinta e papel, eu faço da seguinte forma: no manual da Epson L805, por exemplo, informa que ela imprime 1800 fotos 10 x 15cm. Para o tipo de impressão que eu faço, considero 2 mil folhas. A L805 tem 6 tanques de tinta que custam em média R$ 70,00 (o preto dura mais), mas vou considerar os 6 tanques novos de tinta = R$ 420,00.

    Esse valor dividido pelas 2 mil folhas é = R$ 0,21 aproximadamente por folha impressa.

     

    “E a lâmina e a base de corte, como calculo a depreciação?”

    Eu calculo em média 600 cortes para a base e 900 cortes para a lâmina, porque cuido bem de ambas, com as configurações adequadas e no caso da base, com uma limpeza leve após cada uso diário.

    Desta forma, pegue os custos de cada suprimento para dividi-los pela quantidade de produção de cada um. Desta forma você descobre a depreciação.

    Base de corte – R$ 69,90 / 600 = R$ 0,16
    Lâmina de corte Auto Ajustável – R$ 79,79 / 900 = R$ 0,09

     

    Atenção: Esta é minha estimativa que pode até ser pessimista, mas é a que utilizo com segurança para meus cálculos. É fundamental e necessário que você entenda e perceba como seus equipamentos trabalham e sua vida útil, para fazer esse cálculo de acordo com o seu jeito de trabalhar, aplicando os seus resultados práticos de uso desses equipamentos.

     

    Com essas dicas você conseguirá reduzir o valor do seu produto e talvez até avaliar se realmente é necessário reduzir, mesmo com um custo mais baixo. Para tomar essa decisão, leve em consideração o nível de dificuldade de montagem da peça e todos os detalhes que a compõe.

    É isso ai! Espero que tenha gostado. Fiz o mais resumido e procurei facilitar o entendimento da melhor maneira possível.

    Muito obrigada pelo interesse nesse conteúdo!

    Essas e muitas outras dicas te esperam aqui no Blog da Silhouette Brasil e em minhas Redes Sociais.

     

    Cupom de desconto Silhouette

     

    Um beijo e até mais!

    Larissa Minassa Parceira Silhouette Brasil

    Larissa Minassa

    Facebook | Instagram | Youtube